segunda-feira, fevereiro 08, 2016

Ciao!!!


Se eu tenho radar para série, a #MadreHooligan veio com o sensor de livros de autoras nacionais. Mesmo quando não parece, como neste caso.
Ai gente que livro leve e fofo. Sabe equilibrar a dose de sensualidade com um rapaz que precisa de uns cascudos para reconhecer o amor da vida dele.
Ou seja, como sempre, #MadreHooligan estava certa.

Louca por você – A. C. Meyer – Universo dos Livros
(2014)
Personagens: Juliette Walsh e Daniel Stewart

Julia trabalhava na casa noturna After Dark e sonhava em um dia se apresentar como cantora. O problema era que um dos donos, Daniel Stewart, não permitia. Os dois tinham sido criados juntos e ele ainda não tinha percebido que ela cresceu. Durante uma emergência em que Daniel não foi localizado, Rafe promoveu Julie à vocalista da The Band. E com o apoio dos amigos George e Johanna, Julie foi um arrasa-quarteirão que deixou todos impressionados, os homens babando e tirou Daniel do sério.

Comentário:

- Sabe aquele livro que você começa a ler, vai embalando e quando vê faltam cinco capítulos para terminar? Foi o que ocorreu em cerca de 1h30 comigo. A ideia era só começar, sentir a escrita da autora. Quando me dei conta, já estava perto dos 75% e tive que parar para dormir. Exatamente porque o livro não empaca, é de leitura rápida. Uma comédia romântica estilo filme da Sessão da Tarde. Bem, uma Sessão da Tarde um tanto apimentada – sim, em algumas cenas, seria necessário tirar as crianças da sala.

- Julie era a garota presa ao rótulo “irmãzinha postiça caçula” de Daniel. Afinal de contas, quando ela ficou órfã, foi adotada e criada pela família dele, que a conhecia desde pequena. Por isso, quando a história começa, somos apresentadas à garota que passou a vida inteira apaixonada pelo garoto que sempre esteve ao lado dela, mesmo depois que saíram de casa, sendo que apenas ele não percebeu isso.

- Mal sabia Danny que o mundo dele nunca mais seria o mesmo depois que viu o vídeo da nova vocalista da The Band interpretando Fever que bombou na internet. Ele tinha que saber quem era a loira sedutora. Quando voltou para casa e para o trabalho, teve o maior choque da vida ao descobrir que era Julie no palco. Nada de óculos, visual apagadinho. Nada de “irmãzinha postiça”. Ela elevou a pressão arterial de todos os homens no recinto e se tornou o alvo de todos eles. Só que Julie não queria ser a próxima de uma fila quase infinita que fez o percurso até a casa de Danny e foi dispensada em seguida. Ela pretendia fazer com que ele percebesse que ela era a única.

- E digamos que isso foi um processo um tiquinho mais demorado. Porque é triste amar tanto e perceber que não é correspondido – oficialmente – na mesma medida. Ficar arrancando sentimentos do outro é desgastante, irritante e até um tanto humilhante. Será uma relação sexy, envolvente, apaixonante e passional – para bem e para mal. Danny não vai colaborar para uma felicidade imediata, mas gostei que Julie não é uma abnegada que tudo perdoa e compreende. A paciência dela tem limites bem claros aos quais Danny será apresentado e terá que lidar com as consequências disso. Eu me diverti muito com o romance dos dois

- Ao longo das idas e vindas de Julie e Danny, conhecemos os demais personagens – e futuros protagonistas – da série. Os amigos Zach e Rafe, sócios dele na After Dark. A irmã de Danny, Johanna, quando não está concentrada vendo mensagens no celular, é um dos apoios de Julie nesta jornada. A dra. Jenny e a filha, Maggie. Alan, vocalista bad boy e os amigos da The Band. E claro, o melhor best friend forever – um Tiny Cooper adulto que também me lembrou de um xará dele no cinema (não, não tem cena parecida no livro nem na série... ainda!) George, o amigo gay de todas as horas e que não possui limites quando se trata de dar um empurrãozinho/proteger a sua “garotinha”. Grandes chances de você querer um George para chamar de seu. Ainda bem que a série continua e, com certeza, iremos reencontrá-lo nos próximos livros!

Série After Dark
Louca por você – Juliette Walsh e Daniel Stewart
Apaixonada por você – Johanna Stewart e Zachary Taylor
Fascinadapor você – Raphael Collins e Jennifer Steel

Louco por elas - todos os casais (conto)
Encantada por você - Livy e Alan


Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Um homem intolerante desse estilo merecia mesmo tomar uma lição bastante espinhosa para aprender a não ser petulante ! Ela teria vivido em uma redoma pelo resto de sua vida se dependesse dele ! Ainda bem que acaso e amigos ajudaram-na a ser quem era realmente, cantando lindamente (e de forma hipnotizante para machos pelo visto, eu diria !). Um patinho tornando-se um cisne com alma de águia, eu diria também !

    ResponderExcluir