segunda-feira, dezembro 29, 2014

Ciao!!!


E na saideira do intenso, enlouquecido e repleto de reviravoltas 2014, eis a tradicional lista de melhores do ano abrindo os trabalhos dos rankings do ano. Assim como em 2013, a ordem será livraria hoje, banca amanhã e a esperada Top Piriguetagem Literária no dia 31. Porque a gente tem que terminar o ano em alto astral e com esperança em dias melhores!!!

Foram várias opções, mas quem acompanha o Literatura de Mulherzinha, creio que não vai se surpreender com as escolhas. ;) 

Começando pelas menções honrosas: Chantel, da Nora Roberts, o melhor livro da série O'Hurley e The Normal Heart, Larry Kramer, transcrição da peça que inspirou o telefilme que me fez chorar.
  
Ah, sim, minha meta era fazer 14 escolhas, mas como houve um empate, serão 13 colocados

Melhores do Ano Categoria Livraria:





#13: Proposta Inconveniente:

Sim, preciso ler mais Patricia Cabot. Heroína fora do padrão, que não espera o salvador, com uma personalidade vibrante e independente. Ela é a alma deste livro. Resultado: leitura sem parar.












#12: A lista de Brett:

Lori Nelson Spielman
escreveu uma história do jeito que eu gosto. Simples que não precisam inventar moda para nos emocionar. E que ainda serve de alerta sobre o quanto a gente se perde nos caminhos da vida.




#11: Segredos do Conclave:

Admito minha mais profunda "inveja jornalística" de Gerson Camarotti. Sabe lá o que é ter informações precisas sobre um Conclave, que é um evento fechado e depois ser o primeiro jornalista no mundo a entrevistar Papa Francisco? Então, estou perdoada, né?











#10: Emoções Proibidas:

O único pecado da série de Jess Michaels foi ter sido lançada fora de ordem. Tramas com heroínas inocentes - como Miranda - que anseia em ser corrompida - no caso, por Ethan. Sexy, sensual, inteligente e o Português de Portugal não é barreira. Vale muito a leitura!












#9: Louca por você:

Gente, gente, gente... M. Leighton soube construir bem a história de uma jovem indecisa entre alguém que ela sabe a que não resiste, mas a fará sofrer e a idealização de quem seria perfeito para ela. Ela me deixou com cara de "O QUÊ?!". Vale muito a leitura!!!!
















#8: De repente, Ana:

Se eu tinha gostado do primeiro, amei ainda mais o segundo, que conseguiu dar sequência às aventuras, desventuras e loucuras da vida da Ana como princesa, sem perder a personalidade, tanto da autora Marina Carvalho quanto da personagem.












#7: Um amor de cinema:

No resumo, durante o tempo em que li, me esqueci da vida. Neste mundo cada vez mais insano, seco e falsamente moralista, não tem nada melhor poder acreditar no amor e no romance. Nem que seja na ficção. Muito obrigada, Victoria Van Tiem!















#6: O diário secreto de Lizzie Bennet:

É uma prova de amor e da genialidade de Jane Austen. Faz o fã de Orgulho e Preconceito ficar feliz com a adaptação nos dias atuais, que encontrou soluções criativas e manteve o espírito da obra-mestre. Preciso ver a web-serie de Bernie Su e Kate Rorick! 





#5: Breakable
:

Tammara Weber
volta à lista dos melhores do ano com o livro companheiro de Easy. Não sou fã de histórias narradas por outro ponto de vista, mas neste caso vale a pena entender quem é Landon Lucas e como ele mudou a própria vida e a de Jacqueline.










#4: Um perfeito cavalheiro e Os segredos de Colin Bridgerton:

Eis o empate anunciado lá no início. Eu tentei. Juro que tentei, mas foi impossível eleger um favorito entre Benedict e Colin. Culpa da Julia Quinn, que passou açúcar e sei lá mais o quê nos Bridgertons que os tornam apaixonantes!



#3: Fama & Loucura:

Neil Strauss
contou, com vários exemplos, que a vida de jornalista que entrevistas com músicos e famosos não é fácil. Pensa no glamour, no brilho, na aparente perfeição que desperta inveja, mas, no dia a dia, a situação é bem diferente. Vale a leitura!





#2: Álbum de Casamento:

Início do Quarteto das Noivas e tem o personagem mais "Ai, meu Deus, cadê um pra mim?!?!?!". Cada frescura da Mac, me tirava do sério. Afinal de contas, eu quero muito um Carter Maguire na vida!!! Obrigada, Nora, pelo professor tudibão e romântico!










#1: Garoto encontra Garoto:

No ano passado, David Levithan apareceu duas vezes na lista. Este ano, com uma história tocante, emotiva e muito bem escrita que deve ser lida! Uma comédia romântica, uma delícia de ler da primeira à última página (do conto que vem de presente). Entrou na minha vida em novembro e foi direto para o posto de melhor do ano, sem pestanejar.




Amanhã, a lista dos Melhores do Ano Categoria Banca de 2014.
E no dia 31, o Top Piriguetagem Literária 2014 na despedida do ano!

Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Olá, Beta!

    Que lista maravilhosa! Fiquei com vontade de ler vários livros que ainda não conheço! E adorei ver os Bridgertons entre os melhores!!! Eles são simplesmente incríveis! O Colin eu só conheço pelos três livros anteriores. Confesso que até o segundo livro, eu o amava. Mas no terceiro... fiquei muito mais do que decepcionada com a maneira como ele falou da Penélope. Foi horrível. E não o perdoei. Vamos ver se ele volta a me conquistar no quarto livro.rsrs... Mas a Daphne (com seu Simon TDB e muito mais!), o Anthony e o Benedict são maravilhosos! Sem mencionar os outros Bridgertons que conhecemos através da história deles. E a Violet, que merecia um livro todo seu.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Ah, mas que lista surpreendente e variada ! Eu esperava ver outros candidatos nesta lista ! Fiquei surpresa inclusive com algumas colocações ! Seis desses romances são de meu interesse. Três desses romances estão sob meu poder. Eu preciso mesmo reorganizar-me com minha leitura este ano, para ter um ano de leitura muito mais produtiva - o que fez muitíssima falta para mim, embora eu não tenha falta de livros.

    ResponderExcluir