terça-feira, dezembro 30, 2014

Ciao!!!


Depois do balanço do Melhor das Livrarias, eis a hora de escolher os destaques dos lançamentos de Banca neste ano. Assim como em 2013, a ordem será livraria (já no ar), banca (hoje) e a amanhã, a esperada Top Piriguetagem Literária.

Vocês vão estranhar, não teve menções honrosas... Mas houve um festival de empate. Mea culpa. Total incapacidade de dar a vitória a um dos lados quando ambos, a sua maneira, são muito bons! E alguns livros já apareceram na retrô Harlequin apenas para livros lançados em 2014. Agora, conta os que eu li neste ano, independente de quando foram lançados.

Vamos ao que interessa, então?!

Melhores do Ano Categoria Banca:








#12: Foto indiscreta.

Sim, sou totalmente parcial em se tratando de livros da Natalie Anderson. Já cansei de falar que me mudaria feliz para a ilha da fantasia onde habitam todos os homens criados por ela. Neste caso, Mya fez uma brincadeira que virou a vida dela do avesso... e a colocou no caminho de Brad. Ela agradece - e a gente, por tabela, também.












#11: Mágoas do Passado.

Amor que para voltar a florescer, precisa superar sete anos de mágoa, frustrações, desconfianças e traições. Lyn Stone entrega um herói determinado e uma heroína que, graças a Deus, não é parva e consegue raciocinar bem sob pressão. Foi aprovado por #madrehooligan!













#10: Intenso:

Muita gente confusa que acha que sabe o que quer... Já viu, né? Dá confusão, das boas. Josie não imaginava que Bob seria muito melhor que poderia imaginar naquele "encontro marcado". Nem que Bob não era Bob, mas Nick... Lori Foster arrasa. E não se assuste, já, já, ela está de volta...

















#9: Conquista Fatal:

 Regra básica para a ida - basta dizer que nunca fará algo para, adivinha, fazer. Rafe jurou que nunca se renderia ao casamento. Até encontrar Nina e perceber que não tinha mais o controle. Ah, sim, o prólogo é hilário. E Carole Mortimer lembra que, quando a mãe te chama pelo nome completo, segura na mão de Deus e vai... Até mesmo um D'Angelo!











#8: A noiva do guerreiro:

Só pra reforçar o que disse antes, muito obrigada a você que vendeu este livro ao sebo. Fez a minha felicidade. Eu me apaixonei pela capa, pela heroína inteligente que, forçada a um casamento por conveniência, é quem percebe as engrenagens da intriga ao redor dela e de Simon. Maravilhoso trabalho da Julie Tetel. Furou a fila e não me arrependi!









#7: Minha dupla vida:


De dia, uma tímida analista financeira. À noite, dançarina de pole dance. Uma mulher que ainda não sabe o poder que tem encontra uma forma de desenvolver autoestima e se expressar. E consegue deixar embasbacado o homem da vida dela. Se todos da Joanne Rock forem assim, ela vai se tornar figurinha carimbada no Literatura de Mulherzinha.












#6: Faça o meu jogo:

O caminho que a Joanne Rock pode fazer, foi percorrido pela Leslie Kelly. Já estamos no estágio onde, se é livro dela, nem leio a sinopse. Eu quero. Simples assim. Neste caso, são gente como a gente gostaria de ser e de encontrar. Sexy sem ser vulgar. Inteligente e divertido. Não tem como não gostar.














#5: Véu do paraíso:

Duas pessoas marcadas pelo sofrimento, que perderam a vontade de viver. E juntos eles podem descobrir que é hora de deixar arrependimentos para trás. O tempo é muito precioso para ser desperdiçado nesta trama cheia de reviravoltas da Kate Hewitt. É o primeiro de uma trilogia que ainda preciso completar.













#4: Vingança Refinada:

Abby Green pegou o padrão e inverteu. Criou uma história onde uma vingadora tem que lidar com um contratempo ao seu plano, um homem poderoso que, aparentemente, tem objetivo contrário ao dela. Ao tirá-lo do jogo, temporariamente, ela coloca tudo pelo qual vinha lutando em risco.







#3: Amor Renegado e Tentação Perigosa:

Ah, este Clã MacLerie, da Terri Brisbin. Tentei desempatar, mas desisti. Foi impossível escolher um só. Tramas densas, complicadas, repletas daquelas detalhes que juntam e separam uma família. Ainda mais na Escócia! E como estou lendo a série fora de ordem, devem dar o ar da graça das capas divinas no Literatura de Mulherzinha ;)


#2: Corações Ousados e Valente:

Herói protetor fofo e traumatizado. Mocinha valente, mas indefesa. Bandido virado no capeta. E crossover com Jacobsville. No outro, surpresa por algo bom de uma origem traumatizante. Duas opções de leituras ótimas! Diana Palmer deveria escrever assim mais vezes. #fatão

E.... os #1 são:



Eu tentei. Tentei muito. Par ou ímpar. Uni-duni-tê. Até que óbvio se fez presente. A lista é minha, faço como quiser. E se não consigo escolher ente os dois, então que ambos sejam os melhores livros de banca que li em 2014. Em comum, eles me fizeram rir, apaixonar pelos protagonistas e querer acompanhar suas jornadas. Maya Banks divou brincando com os esterótipos relacionados a gregos. E eu não disse que Lori Foster voltava? Não sei por quê este livro passou meses morando na minha cabeceira. Quando comecei a ler, não parei mais. E a série continua incompleta! Ah, os dois contam com heroínas que tiram os respectivos futuros parceiros do sério, do prumo e de onde você imaginar até eles estarem onde elas queiram. Como não amar?!?!

Já no ar, confira: a lista dos Melhores do Ano Categoria Livraria de 2014.
E amanhã, o Top Piriguetagem Literária 2014 na despedida do ano!

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Esta lista foi metade certeza e metade surpresa. Era certo que algumas autoras entrariam facilmente mas algumas escolhas escritas por elas foram surpresas mesmo. Oito dessas escolhas estão sob meu poder, aguardando sua vez de leitura em meio a uma multidão ululante. Não bastará reorganizar minha lista de leitura, mas meu horário de leitura também. Eu precisarei ler vinte livros neste ano pelo menos.

    ResponderExcluir