quarta-feira, maio 04, 2016

Ciao!!!

Tem autor renomado? Tem série? Tem juvenil? Tem livro que inspirou série inglesa com gente que eu amo? Tem livro da Diva? Tem autor que nem preciso saber o tema do livro pra querer? Tem biografia? Tem suspense? Tem fantasia? Tem autores brasileiros?
Sim, tem tudo isso e muito mais. 
Com certeza, tem algo que você quer. Duvida? Dá só uma olhadinha no que os selos do Grupo Editorial Record já mandou e está mandando para as livrarias!

 
O PÊNDULO DE FOUCAULT
Umberto Eco
Casaubon, Belbo e Diotallevi são redatores da editora Garamond, na Milão do início da década de 1980. Cansados da leitura e releitura de incontáveis manuscritos de ciências ocultas, eles acabam encontrando indícios de um complô que teria surgido em 1312 e atravessado, encoberto, toda a história do planeta até o fim do século XX. Os agentes e beneficiários dessa trama secreta seriam os templários e os rosa-cruzes, cujo objetivo maior era dominar o mundo. Em O pêndulo de Foucault, Umberto Eco aborda questões contemporâneas como a emergência do irracionalismo high-tech, as síndromes do final do milênio, o mundo dos signos e os segredos da História.
“Fantástico. Um romance tão profundo e rico quanto O nome da rosa.” The New York Times


O VOO DA BAILARINA
Michaela DePrince e Elaine DePrince
Após perder os pais, Michaela DePrince foi abandonada pelo tio em um orfanato, onde foi cruelmente apelidada de “criança
demônio”, devido a uma condição de pele que faz com seu corpo pareça manchado. A estadia no orfanato, no entanto, lhe forneceu uma bênção: foi lá que Michaela encontrou a capa de revista que determinaria seu futuro, estampada com uma linda bailarina na ponta dos pés. Adotada por uma família norte-americana que encorajou seu amor pelo balé matriculando-a em escolas de dança, Michaela DePrince daria início à emocionante trajetória rumo aos maiores patamares do balé mundial.
Michaela DePrince é figura popular nos Estados Unidos, tendo participado de programas como Dancing with the Stars, Good
Morning America e Nightline, além de ter estrelado o documentário First Position, indicado ao NAACP Image Award.
Em 2012, foi incluída na lista dos 18 jovens mais surpreendentes do ano do Huffington Post.


OS INVERNOS DA ILHA
Rodrigo Duarte Garcia
Os invernos da ilha é um livro de aventura, como não há no Brasil, que reúne um herói atormentado, uma ilha fria e hostil
escolhida como exílio, a descoberta de um diário de piratas e a busca por um tesouro escondido. O livro costura Wallace
Stevens, Melville, Conrad, Patrick O’Brien, os filmes de Indiana Jones, Os Goonies, com tamanha habilidade, que o leitor
ficará atônito ao perceber que, no meio disto tudo, há a alegria de narrar uma verdadeira história.
Rodrigo Duarte Garcia foi editor e articulista da revista Dicta & Contradicta e trabalha como advogado em São Paulo. Os
invernos da ilha é seu primeiro romance.



WELCOME TO COPACABANA & OUTRAS HISTÓRIAS
Edney SilvestreO livro começa no mais turístico bairro da cidade, passando pelo subúrbio, por suas misérias, por países como França e Itália, até chegar a outra galáxia – e então retornar a Copacabana, onde tudo parece mesmo se misturar, do começo ao fim.Ganhador dos Prêmios Jabuti e São Paulo de Melhor Romance em 2010, o escritor e jornalista Edney Silvestre tornou-se um dos  mais traduzidos escritores da nova literatura brasileira. Seus romances foram publicados na França, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Portugal, Itália e Sérvia. É autor dos romances A felicidade é fácil, Vidas provisórias e Boa noite a todos. Foi correspondente em Nova York do jornal O Globo e da TV Globo, para a qual cobriu os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Suas experiências jornalísticas  internacionais estão nos livros Dias de cachorro louco, Outros tempos e Contestadores.

 

OS PEQUENOS HOMENS LIVRES
Um perigo oculto, saído de pesadelos, vem trazendo uma ameaça diretamente do outro lado da realidade. Armada com tão somente uma frigideira e seu bom senso, a pequena futura bruxa Tiffany Dolorida deve defender seu lar contra fadas brutais, cavaleiros sem cabeça, cães sobrenaturais e a própria Rainha das Fadas, monarca absoluta de um mundo em que realidade e pesadelo se entrelaçam. Felizmente, ela contará com uma ajuda inesperada: os Nac Mac Feegle da região, também conhecidos como os Pequenos Homens Livres, um clã de homenzinhos azuis ferozes, ladrões de ovelhas, portadores de espadas e donos de uma altura de mais ou menos quinze centímetros. Conseguirão eles salvar as terras quentes e verdejantes de Tiffany?

UM CHAPÉU CHEIO DE CÉU
Tiffany Dolorida, alguns anos após suas aventuras no tenebroso Reino das Fadas, deverá colocar seus talentos em bruxaria novamente à prova ao embarcar em mais uma aventura: deixar sua casa e suas terras para trás e se tornar aprendiz de uma bruxa de verdade. Mas o que ela não sabe é que uma criatura incorpórea e sagaz está lhe perseguindo, um ser ancião e incompreensível do qual nem mesmo a Madame Cera do Tempo (a maior bruxa do mundo) poderá protegê-la. Dessa vez, serão úteis as habilidades de roubos, briga e bebedeira dos Nac Mac Feegle, os Pequenos Homens Livres, ou deverá Tiffany de livros já foram traduzidos em mais de 40 idiomas.


ANNA VESTIDA DE SANGUE
Kendare Blake
Cas Lowood viaja pelo país com sua mãe bruxa e seu gato farejador de espíritos para caçar e matar... os mortos. Quando eles
chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes locais chamam de Anna Vestida de Sangue, Cas encontra um espírito fascinante, como ele nunca viu: uma garota envolta em maldições e fúria. Ela ainda usa o vestido com que estava no dia em que foi brutalmente assassinada: branco e manchado de sangue. Desde então, Anna matou todas as pessoas que ousaram entrar na casa vitoriana que ela habita. Mas, por alguma razão, ela poupou a vida de Cas.
Indicado para o Abraham Lincoln Award (2015); finalista do Endeavor Award (2012); indicado para o Cybils Award, na categoria Fantasia e Ficção Científica (YA) (2011)


ALÉM-MUNDOS
Scott Westerfeld
Darcy Patel escreveu seu primeiro livro em um mês. Lizzie se prepara para mais uma viagem de avião, até terroristas invadirem o aeroporto. Desesperada, Lizzie se joga no chão: “Eu estou morta, eu estou morta!”. No fim, está tão convencida de pertencer  ao lugar dos mortos que acaba atravessando a fronteira do além-mundo. Darcy criou Lizzie. A menina de Além-mundos é sua protagonista. quanto mais Darcy aprende e amadurece, mais a história de Lizzie também cresce.
Scott Westerfeld é autor da trilogia de sucesso, Feios. No Brasil, o autor já vendeu mais de 80 mil exemplares. Nos Estados
Unidos, a trilogia atingiu a marca de mais 3 milhões de livros vendidos e a Fox comprou os direitos de adaptação
cinematográfica da série.
Além-mundos permite que o leitor tenha uma visão rara do mundo editorial, especialmente do mundo do Young Adult. Tudo sem perder os momentos de suspense e aventura.

O LEGADO DE COPÉRNICO - A PEDRA PROIBIDA (VOL. 1)
Tony Abbott
Após a estranha morte de seu tio, os irmãos Wade e Darrell acompanhados de sua prima Lily e da amiga dela, Becca, partem numa missão cheia de ação em busca das relíquias que revelam o Legado de Copérnico. Pistas cada vez mais misteriosas os conduzem a uma assustadora tumba familiar. Quanto mais informações encontram, mais se aprofundam em um caminho tortuoso na direção de um antigo e perigoso segredo, destinado a lhes fazer acreditar em verdades que mais parecem ficção. Em uma corrida sem trégua, ameaçados por uma organização criminosa e lutando por suas vidas, a única esperança dos meninos é de que consigam salvar o mundo e encontrem as relíquias que podem mudar o curso da história.
Tony Abbott é australiano tem mais de 100 livros para jovens leitores. O legado de Copérnico é um Código da Vinci para jovens, cheio de intrigas e teorias conspiratórias.


ONÍRIA (VOL. 1 O REINO DOS SONHOS)
B.F. ParryEliott é, aparentemente, um menino como outro qualquer. Até o dia em que sua avó lhe dá uma ampulheta mágica que lhe permite viajar a um mundo tão incrível quanto perigoso: Oníria, o Reino dos Sonhos. Um mundo no qual o espírito do pai de Eliott, mergulhado em um sono misterioso, estaria preso há vários meses. Explorando Oníria para salvar seu pai, Eliott se verá confrontado com seu extraordinário destino: ele descobrirá que é o Enviado, encarregado de salvar o reino, ameaçado pela  sangrenta revolução dos pesadelos.Entrou na lista dos livros mais vendidos da França e selecionado pelo jornal Le Figaro para a feira do livro de Montreuil. Indicado para os prêmios Elbakin de Fantasia e Plume na categoria Melhor Livro Juvenil.



A CASA DA PRAIA
Nora Roberts
Após ser inocentado pelo assassinato de sua ex-mulher, Eli Landon se muda para a casa desocupada de sua avó em Whiskey Beach: Bluff House, um casarão que há mais de trezentos anos atua como guardião inabalável do litoral... e de seus segredos. Ao chegar em Bluff House, ele descobre que sua avó incumbira a casa e Eli aos cuidados da jovem vizinha, Abra Walsh. Eli acredita ser capaz de cuidar de si mesmo, mas, conforme se vê gradualmente cedendo às palavras amáveis e refeições apetitosas de Abra, os dois passam a se ver presos em um emaranhado que se estende por séculos e que tem seduzido aquele cujo maior desejo é destruir a vida de Eli de uma vez por todas.
Nora Roberts tem mais de meio bilhão de exemplares vendidos em todo o mundo e já esteve por quase 1000 semanas entre os mais vendidos do The New York Times – quase 200 em primeiro lugar. Seus livros já foram traduzidos em mais de 40 idiomas.


A JORNADA DE RUTH
Donald McCaig
A emocionante história de um dos personagens mais amados da literatura: Mammy, de E o vento levou.
Donald McCaig foi escolhido pelos herdeiros do espólio de Margaret Mitchell para escrever O clã de Rhett Butler, a sequência autorizada de E o vento levou.
O best-seller E o vento levou foi o vencedor do prêmio Pulitzer de Ficção em 1937 e até hoje encanta leitores de todas as idades.
Em 2016 completam-se 80 anos da publicação de E o vento levou.


BOWIE
Wendy Leigh
Leigh traça toda a trajetória do músico, desde a infância em sua família problemática, passando pela juventude desvairada em
busca do sucesso, até atingir o estrelato e se tornar uma entidade única e inigualável da cultura popular contemporânea.
Descritas fielmente neste livro, a subversão e a criatividade, algumas das características mais marcantes do astro britânico, não apenas o destacam de seus colegas de profissão, mas são responsáveis pelo charme de Bowie, que cativou milhões de fãs em todo o mundo. Este é o registro mais íntimo e revelador da vida de um dos maiores ícones da história recente. Bowie é,
portanto, uma leitura indispensável para todos aqueles que ainda não se contentaram em dizer adeus a David.
A autora best-seller Wendy Leigh já escreveu 16 livros, dentre os quais: Prince Charming: The John F. Kennedy Jr. Story e The Secret Letters of Marilyn Monroe & Jacqueline Kennedy. Além de David Bowie, ela também assinou as biografias de Patrick Swayze e Arnold Scwarzenegger.


NO LIMITE DO DESEJO
Katie McGarry
Haley é campeã de kickboxing, mas, após enfrentar uma tragédia, jurou nunca mais pôr os pés no ringue. Até o dia em que o cara em quem ela não consegue parar de pensar aceita uma luta de MMA em homenagem a ela. De repente, Haley tem de treinar West Young. Cheio de atitude, West é tudo o que Haley prometeu a si mesma evitar. Ainda assim, ele não vai durar cinco minutos no ringue sem a ajuda dela. West está escondendo um grande segredo de Haley, sobre quem ele realmente é. Mas ajudá-la — lutar por ela — é uma chance para a redenção.




O CADERNINHO DE DESAFIOS DE DASH & LILY
David Levithan e Rachel Cohn
Com a ajuda do irmão, Lily cria uma série de tarefas num caderno vermelho. Quem o encontrar, deve aceitar ou não seus desafios. Quando Dash encontra o livro, os dois ousam trocar sonhos e desejos nas páginas do caderninho que será achado e perdido sucessivamente nos mais diferentes locais da cidade.
David Levithan figurou na lista de mais vendidos do prestigiado New York Times. Editor de livros infantis, é autor de Garoto
encontra garoto, Dois garotos se beijando, Nick e Norah — Uma noite de amor e música e de Naomi & Eli e a lista do não-beijo, com Rachel Cohn, que inspirou o filme homônimo, estrelado por Michael Cera e Kat Dennings.

O GERENTE NOTURNO
John le Carré
Jonathan Pine é o gerente noturno de um luxuoso hotel em Zurique. Mas, quando uma tentativa de passar informações para as autoridades tem consequências devastadoras, ele se vê envolvido em uma perigosa trama.Livro que inspirou a série The Night Manager, estrelada por Hugh Laurie e Tom Hiddleston, exibida pela AMC.Publicado originalmente em 1993, O gerente noturno é um dos livros de John le Carré mais aclamados pela crítica. Foi best-seller nos Estados Unidos e no Reino Unido, traduzido para mais de vinte idiomas e vendeu mais de 1 milhão de cópias só na América do Norte.Entre os livros do autor adaptados para o cinema estão O homem mais procurado, O espião que sabia demais, O jardineiro fiel e O espião que veio do frio.


E ainda...

  

  

  

 

Confira as novidades e notícias no site oficialno FacebookTwitter e Instagram do Grupo Editorial Record.

Bacci!!!

Beta

domingo, maio 01, 2016


Oi gente!
A escritora Flávia Cunha em breve irá lançar a continuação do livro "Escolhida pelo Lobo". Sim! Está chegando mais um livro com os homens-lobo em Springville! A história de Aidan e Grace já está finalizada. E agora temos apenas um pequeno problema: Qual capa escolher?


Para participar da escolha é rápido e fácil!
É só votar na sua capa favorita no formulário abaixo;
Deixar o seu e-mail;
E pronto!



Além de ajudar a escritora você vai estar concorrendo a um kit do 1º livro  da série Lobos de Springville!



Participe!

Siga a escritora Flávia Cunha nas Redes Sociais:

Ciao!!!



Há algum tempo (ou seja, não me lembro quando), fiz algumas compras na Wook e este livro entrou por indicação da Andrea e da Tonks. Aí foi para pilha “ler em breve”, um mundo de coisas aconteceu e o “breve” levou um tempo para se realizar.
Mas finalmente chegou a vez dele. E agora ele está aqui!

Todos os teus beijos – Laura Lee Gurhke – Quinta Essência
(His Every Kiss - 2004)
Personagens: Grace Chaval e Dylan Moore

Um compositor torturado e sofrido é salvo de uma decisão drástica por uma mulher misteriosa. Cinco anos depois, ele é confrontado com outra novidade na vida: uma filha. Ao mesmo tempo, o destino coloca a musa anjo da guarda novamente no caminho e Dylan não perde a chance. Ao lado de Grace, ele consegue voltar a ouvir música e a compor. Grace sabia por experiência própria que artistas eram volúveis e intensos na ânsia de explorar o que o talento (ou de ser consumido por ele). Poderia sofrer novamente, se não se protegesse. Mas haveria proteção suficiente de não se apaixonar por Dylan?

Comentários:

- Dylan vivia pela, para e por causa da música. Até que um acidente o privou da plenitude do que ele tinha certeza de que era sua vida. No auge do desespero, considerou se matar. Foi impedido por uma musicista misteriosa, que o convenceu de que ele deveria continuar vivo porque tudo seria superado. Cinco anos depois, ele ainda procurava por ela, que deu, mas levou a esperança de ouvir além do zumbido. Até que nova reviravolta o atingiu: ele tinha uma filha – que nem precisava de DNA para confirmar a paternidade - , precisava de uma preceptora. Aí o destino colaborou e recolocou a musa misteriosa no caminho. E desta vez, Dylan não a deixou escapar.

- A vida de Grace não estava fácil. Viúva, sem posses, dependia dos serviços que fazia como faxineira ou disfarçada como rapaz tocando violino em um grupo. Não esperava que Dylan Moore, o famoso compositor e maestro, a reconhecesse após um breve encontro. Muito menos que a quisesse por perto – embora ela teve que deixar limites bem claros porque não estava disposta a ser amante de ninguém. Mas, em busca de uma segurança financeira e da possibilidade de ter finalmente uma casa, ela aceitou a missão de cuidar de Isabel.

- Isabel é uma daquelas crianças precoces, que viu demais do mundo adulto e entende até o que ainda é cedo demais. Que esconde o lado vulnerável atrás de uma fachada que pode ser irritante, mimada e infantil (lembra que eu disse que o DNA era dispensado? Então...). Grace não dá moleza para ela. Nem para o pai. O livro tem um ritmo interessante, embora do meio para frente fique um pouco arrastado porque a relação entre Grace e Dylan parece que roda, roda, roda e não sai do lugar.

- De qualquer forma, na reta final, o livro volta a ser empolgante porque vemos os personagens despidos de sua fachada e revelando – nem que seja primeiro para os leitores (e talvez para personagens mais atentos) – o que sentem e a verdadeira intensidade deles. Grace tinha sofrido antes, não queria ser magoada de novo. No entanto, nem sempre proteger impede isso e nem sempre se arriscar é garantia imediata de felizes para sempre.

- Dylan vai amadurecer, porque o fato de ser músico genial o tornou uma criatura muito deslocada da realidade. Isabel e Grace serão incentivos para ele evoluir, mas também atingidas pelos rompantes dele. Nem tudo será como ele quer, quando ele quiser e bem entender. Meu melhor amigo me disse uma vez algo que nunca esqueci. “A gente tem um tempo de pedir. Deus tem o tempo certo em dar. Na maioria das vezes, eles não coincidem”. Só que Dylan não é um ogro, ele tem um bom coração. E está um pouco perdido. Nada que o amor – do jeito dele e na hora que considerar adequada – não possa ajudá-lo.

- Romântico, bonito, desorientado, descompensado, intenso, passional. Sinceramente, gostei muito. Quando a vida e a economia permitirem, quero ler mais da autora. Ainda mais porque... adivinha: faz parte de série! Todos (até onde sei) lançados em Portugal.

Série Guilty Pleasures

1. Guilty Pleasures - Prazeres Proibidos - Daphne Wade e Anthony, duque de Tremore
2. His Every Kiss – Todos os teus beijos - Grace Chaval e Dylan Moore
3. The Marriage BedA cama da paixão - lady Viola Courtland e John Hammond
4. She's no Princess - Muito mais que uma princesa - Lucia Valente e Ian Moore


Bacci!!!

Beta

sábado, abril 30, 2016

Ciao!!!



Nestes 11 anos, além de vários posts insanos, normais ou irritados com histórias criadas por autoras e autores que amo (ou nem tanto assim), várias vezes dei meus pitacos diretos por aqui, falando sobre temas, sendo crítica, marmota ou delirante.

Para que você entenda, é uma história que começou antes de mesmo existir blogs... 

Como teve cantoria!!! No ritmo do tuntum, paticumbum brurugundum do carnaval ao sertanejoO Rock in Rio rendeu a criação da melhor banda da blogosfera: as Rhage’s Lollipops. Não conhece? Então leia sobre elas!


Dei pitacos tietes sobre futebol – OOOOOEEAAAAAAAAAA!!!!! ou sobre a forma como a torcida das mulheres é reduzida ao aspecto menosinteressante #belarecatadadolar, #sqn! Ou sobre Olimpíadas, onde tudo é legal, desde a Pira passando pelas lembranças, temas e pelo lema de que “o importante é competir”.

Nem tudo foram flores. Dramas e mais dramas, blogosfera sempre terá! Vida que segue...

Mas não bastava professar amor eterno por bons moços da Diva, vieram as Piriguetagens... Desde que a Nanda inventou essa moda, o trem pegou de jeito o Literatura de Mulherzinha: 2011; 2012; 2013; 2014; 2015 
Claro que sobrou para os aniversários, que ganharam um mestre de cerimônias “imexível” em 2014, 2015 e 2016.

Ah, Bienal do Rio!!!! Pena que ainda não pode ter outra, por sérias restrições orçamentárias.

No fim das contas, anos depois, será que alguém entendeu o final de Morde &Assopra?
Pelo sim, pelo não, ‘bora tirar Santo Antônio do poço?!

Muito obrigada a todas e todos que fazem parte desta jornada!
E vamos rumo ao ano 12 do Literatura de Mulherzinha :D

Bacci!!!

Beta

sexta-feira, abril 29, 2016

Ciao!!!



A Flávia Cunha está de volta ao Literatura de Mulherzinha, desta vez com um romance sobrenatural. Pessoa sem costume de ler tramas sobrenaturais dá nisso: fica meio perdida, demora um pouco, mas engrena! 

Escolhida pelo Lobo – Flávia Cunha
(2013)
Personagens: Alexandra Louise Miller e Hunter Lonewolf

Hunter tinha superado grandes provações e feito grandes sacrifícios para proteger os sobreviventes de seu povo dos riscos trazidos por outros semelhantes e pelos forasteiros. Afinal de contas, eles eram descendentes de Fenrir, o lobo, e não seriam compreendidos facilmente. No entanto, volta e meia chegavam pedidos de pessoas que queriam estudar a fauna e a flora na área pertencente à comunidade deles, em Springville, Texas. Ele resolveu aceitar a proposta de Alex. L. Miller, até descobrir que não era quem aparentava e muito além do que ele esperava.

Comentários:

- Marcado por sacrifícios e perdas pessoais, o clã tentava recomeçar a vida. No entanto, havia algumas situações a serem resolvidas para garantir o futuro – responsabilidade que recaía sobre os ombros do Alfa, Hunter. Tanto que ele se permitiu abrir uma exceção à regra de não aceitar pesquisadores estranhos na comunidade e permitiu que Alex. L. Miller visitasse o local. E surpresa: não era um homem, como ele imaginou, mas uma linda e atraente mulher, que imediatamente foi reconhecida pelo seu Lobo como a sua companheira.

- Alex não tinha a menor ideia dos segredos escondidos naquele terreno em Springville. A jovem prodígio acadêmico queria conseguir o que foi negado a outros: pesquisar sobre os lobos que viviam na reserva ligada à comunidade. Seria mais um feito relacionado ao trabalho dela, além de ajudá-la a superar uma desilusão amorosa que ainda pesava em seu coração.

- Hunter se viu assustado diante de uma situação que escapava ao controle dele: como garantir que sua companheira o aceitasse do jeito que ele era, sem assustá-la. Como preservar os segredos dele e da sua grande família? Para agravar, informações alarmantes vindas de outra comunidade despertam o instinto dele de que complicações estavam a caminho.

- Há cenas quentes de sedução e pura paixão no livro. Há também manifestações claras de um amor já consolidado entre outro casal e uma ligação que existe entre um casal, mas eu suspeito de que apenas um só se deu conta. Confesso que sou totalmente perdida quando se trata de dinâmica de grupo de lobos (a pamonha entende o Alfa e o Beta, mas fica perdida com o ômega), mas entendo de elos familiares. E isso há de sobra entre Hunter, Stan, Justice e alguns elementos mais novos do grupo. Por isso, um possível traidor no grupo é algo que doeria muito para ele.

É o primeiro livro da série O Clã dos Lobos. Flavinha está trabalhando na sequência. Vamos esperar que já, já teremos novidades por aí.


Bacci!!!


Beta