domingo, janeiro 25, 2015

Ciao!!!



Mais uma vez, volto a acompanhar a rotina dos MacLerie. Este Clã enorme, tumultuado, onde os pais estão repletos de planos para o futuro dos filhos que não vão correr bem como eles esperam. Uma família unida que adora uma confusão quando tem possibilidade de amor no meio...

Submissa ao Guerreiro – Terri Brisbin - Harlequin Históricos 147 (O Clã MacLerie)
(Yield to the Highlander – 2014 – Harlequin Historicals)
Personagens: Catriona MacKenzie e Aidan MacLerie

Aidan viu Catriona no vilarejo e a desejou. Imediatamente. E sendo filho do lorde e muito bonito, ninguém o recusava. Só que ela era casada com um dos guerreiros mais importantes do pai dele. Aidan conseguiu enviar o marido para longe para ter a chance de seduzi-la. No entanto, os planos não correm como ele imagina e, pior, escapam ao controle deixando Catriona mal falada no vilerejo e exposta à punição pela mera insinuação de ser uma adúltera. Aidan até poderia conseguir o que queria, mas o preço que seria exigido de ambos não prometia ser fácil de pagar...

Comentários:

- Rapaz acostumado a ter tudo, por ser o filho do lorde e a ter todas as mulheres, porque é o homem mais lindo que todas elas viram, esbarra em um desejo complicado. Aidan viu Catriona perto do poço do vilarejo e decidiu que a tornaria amante dele. O fato de ela ser casada não o conteve. Aproveitando-se de um acaso, enviou o marido para longe e começou a cercá-la. Apesar de Catriona também se sentir confusa a respeito dele, sabia que tinha um voto para cumprir. No entanto, um beijo roubado se tornou um boato que a condenou ao ostracismo na comunidade, aguardando apenas o retorno do marido para a devida reparação moral...

- O problema é que o marido, um guerreiro querido por todos, morre no caminho de volta e Catriona fica à mercê da fúria da comunidade. Para protegê-la, Aidan a assume publicamente como amante, cabendo a ela decidir se quer se envolver com ele ou não. E se você está achando complicado, saiba que esta não é nem a metade da história e que tem muito para acontecer, que escapa ao controle do casal protagonista.

- Temos duas jornadas distintas. Aidan vai amadurecer. E não será fácil. Acostumado a ter o mundo girando em torno dos seus desejos, ficará surpreso com as consequências e os desdobramentos de tentar ter um caso com a camponesa casada. Será exigido muito do futuro líder dos MacLerie e talvez seja mais do que ele possa aguentar. Catriona está exposta ao fardo de ser mulher e camponesa, ciente do lugar de que nunca será digna de se casar com o futuro lorde, ainda mais ele sendo cinco anos mais novo que ela. Para quem passou por uma vida de decepções e abandonos, será que valeria a pena o preço que teria que pagar? Terri Brisbin costura a trama com desejo que se torna amor, aponta o papel das mulheres na sociedade e o peso de um boato em uma reputação (e não pense que isso é exclusividade da Escócia Medieval...) e consegue guardar uns coelhos na cartola que sacodem as convicções dos personagens e de quem lê. É uma delícia de ler todas as aventuras dos MacLeries – especialmente quando eles encontram o que não esperavam e compram a briga. Não importa contra quem.

- E nem preciso falar nada sobre a capa, né? Todas concordamos que é linda.

O livro ainda tem o conto presente Guerreiro domado, que fala sobre o relacionamento de Connor, o líder dos MacLeries e Jocelyn, a esposa dele. O Selvagem das Terras Altas está intrigado com alguém que tenta mexer no cofre onde documentos importantes estão guardados. E ele nem pode imaginar quem é e muito menos o motivo...

Um texto pequeno que oferece mais informações sobre os pais de Aidan, desde o quanto apaixonada é a relação deles até o quanto há de verdade no fato de que, por trás de um grande homem, há uma grande mulher. E ainda temos demonstrações de porque as esposas se uniram para dar pitacos nos planos casamenteiros dos maridos, ainda mais quando envolvia o futuro dos filhos...

O Clã MacLerie (lista copiada do Mulheres Românticas)

1 - Taming the Highlander – Paixão indomável – Harlequin Romances Históricos 46
2 - Surrender to the Highlander - Entre a honra e o desejo – Harlequin Romances Históricos 52
3 - Possessed by the Highlander – Possuída por desejo – Harlequin Históricos 72
4 - The Earl's Secret – O segredo do conde – Harlequin Históricos 68
4.5 - One Candlelit Christmas
5 - The Highlander's Stolen Touch - Amor Proibido - Harlequin Históricos 130
6 - At the Highlander's Mercy - Amor RenegadoHarlequin Históricos 134
7 - The Highlander's Dangerous Temptation – Tentação Perigosa Harlequin Históricos 144
8 – Yield to the Highlander – Submissa ao Guerreiro – Harlequin Históricos 147

E ainda não tive tempo de ler a a trilogia dos pais. Sim, está entre as minhas metas para colocar logo em dia. #Oremos!


Bacci!!!


Beta

sábado, janeiro 24, 2015

Ciao!!!



Moça certinha percebe que o que gostariam que ela fizesse não era o que queria e seria bom para ela e decide, em um rompante, recomeçar. Este é o ponto de partida deste lançamento de janeiro da Harlequin Brasil.

Noiva de Momento – Leanne Banks – Coleção Primeiros Sucessos 56
(The five-minute Bride – 1997 – Silhouette Desire)
Personagens: Emily St. Clair e Beau Ramsey

Uma noiva virando um copo de tequila atrás do outro não era algo comum em Ruxton, na Carolina do Norte; O xerife Beau Ramsey foi chamado para lidar com a situação e terminou lidando com uma noiva em fuga de um provável casamento infeliz. Passada a vergonha, o impulso e a ressaca, Emily decidiu que teria, finalmente, a vida que queria e a liberdade para fazer o que quisesse, não o que a etiqueta manda. E se isso pudesse incluir algo a mais com o xerife, por que não criar coragem?

Comentários:

- “A noiva de cinco minutos” chamou a atenção na pacata cidade. Ninguém a conhecia ou conseguia entender porque uma jovem bonita, aparentemente de família rica, largaria tudo para beber tequila em um bar na Carolina do Norte. Bastou o xerife se aproximar que conseguiu entender que ela fugiu no altar de um casamento que seria conveniente para alguém, menos para ela. Como responsável por manter a ordem, Beau se responsabilizou por ela, evitando que ela ampliasse a lista de atos impulsivos naquela noite.

- Cidade pequena a conversa anda. No dia seguinte, além da ressaca da noiva, Beau ainda teve que lidar com a brigada de irmãs que estavam ensandecidas para vê-lo casado e queriam inspecionar a garota para saber se ela era uma boa candidata. No entanto, Emily deixou claro que queria distância de casamento, diante dos motivos que a levaram a abandonar a festa do século que foi feita para ela. Depois de muito tempo sendo a boa moça que segue as normas, a etiqueta e não perde a compostura, Emily decidiu, finalmente, ter a liberdade tão sonhada, de poder agir como quisesse, sem depender de conveniência, status e manter a aparência perfeita.

- Claro que ter a Emily por perto vai tirar Beau do sério. Solteirão convicto, o ex-peão de rodeio atual xerife tinha seus acordos, no entanto, justamente aquela garota perdida e querendo recomeçar estava rompendo o que ele considerava ideal. Fazendo com que a imaginação dele fosse atiçada por alguns detalhes apenas relacioandos a ela e se divertisse testando os limites dos dois. E se surpreendendo o tempo todo, chegando ao ponto de temer que ela o abandone – afinal de contas, quem é que gostaria de uma vida ali quando se vem de uma onde se tem tudo – e retorne para a vida antiga.

- História fofa e agradável. Às vezes, é difícil ser quem é de verdade, mais fácil ceder ao que pensam e esperam de nós. Muitas vezes, abrimos mãos de sonhos por medo de tentar. E em alguns casos, a vida se encarrega de nos empurrar na direção do que temos medo só para a gente entender a nossa verdadeira força. É isso que Emily vai aprender e o que pode manter Beau para sempre com ela. A propósito, AMEI a forma como Emily despacha uma fofoqueira na reta final da trama. É daquelas atitudes para arquivar e usar quando necessário!

- É início de uma trilogia. Conhecemos as três amigas, Emily, Maddie e Jenna Jean, logo no prólogo onde temos pistas das personalidades de cada uma. Depois as duas amigas aparecem na trama. E agora é esperar pelos livros delas.

The Five-Minute Bride – Noiva de Momento - Emily St. Clair e Beau Ramsey
The Troublemaker Bride – não encontrei em Português – Maddie Palmer e Joshua Blackwell
The You-Can't-Make-Me Bride – não encontrei em Português – Jenna Jean Anderson e Stan Michaels


Bacci!!!


Beta

domingo, janeiro 18, 2015

Ciao!!!



De vez em quando pego o livro montado em cima do bom e velho clichê: ricaço desconfiado de tudo e de todos encontra virgem pura e inocente quanto à maldade alheia...
Você já sabe o que vai acontecer, mas lê assim mesmo...

Mudança de Planos – Lynn Raye Harris – Paixão 366 (Por Pura Vingança)
(The change in Di Navarra’s plan – 2013 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Holly Craig e Drago Di Navarra

Holly tinha apenas um objetivo: levar as fragrâncias que ela e a avó desenvolveram para apresentar ao ricaço italiano Drago Di Navarra. Ao chegar no horário marcado, foi confundida com uma modelo e acabou aprovada para ser o rosto da nova fragrância da Navarra Cosméticos. A atração intensa entre eles levou a muito mais que ela planejava, mas ao revelar a sua verdadeira intenção, foi expulsa por ele. Um ano depois, eles se reencontram em um cassino onde Holly trabalhava como garçonete. Ele ainda se sente atraído e tem certeza de que ela é o rosto perfeito para a campanha. Só não vai estar preparado para as descobertas que vão resultar deste reencontro...

Comentários:

- Drago Di Navarra não escuta ninguém. Só presta atenção em si mesmo e no que quer. Se tivesse parado para dar atenção – por menor que fosse – à moça simples que aguardava em seu escritório, teria evitado muita confusão, desencontro e sofrimento. Ele pressupôs que Holly era uma novata, candidata a modelo. Quase ao mesmo tempo decidiu que a queria – e percebeu que ela manifestava interesse. Jantaram e terminaram a noite de comum acordo no apartamento dele. Na manhã seguinte, pressupondo que havia algum estágio de confiança entre eles, Holly comenta sobre as fragâncias que criou com a avó. Considerando que ela pensava que o manipularia, Drago a chutou para fora da casa, da empresa e da vida dele.

- Um ano depois, eles se reencontraram. Ele, ao lado de uma beldade, cliente no cassino. Ela garçonete. Além de continuar atraído por ela, Drago decidiu que ninguém representava a fragância como ela e voltou atrás na ideia de fazer a campanha. Despachou a companhia sabe-se Deus pra onde, cercou Holly na saída, a obrigou a aceitar uma carona e a levá-lo até a casa dela... onde descobriu que ela agora tinha um filho.

- A partir daí temos a tradicional confusão de identidades sobre a paternidade, o permanente festival das conclusões que ele tira a respeito a partir de julgamentos inspirados em preconceitos e traumas do passado. E justamente porque a autora nos informa cedo sobre estes traumas do passado que o Drago não se torna um ogro da Diana Palmer ou da Penny Jordan. Podemos – acredito que ninguém vá fazer isso – não concordar com nada que ele fala ou faça contra Holly, mas a gente entende a origem. Apesar de eu pensar que com todo o dinheiro que ganhou, dava para ter pago um bom terapeuta e exorcizado esse “não fui amado quando era criança/ todos se aproximam de mim com interesse escuso/ todos querem meu dinheiro” para ser um ricaço dominador saudável. E o que mais me irritou – mesmo sabendo do “background pobre menino rico” foi ele atacar sempre antes de pensar e se colocar no lugar de Holly. E no caso dela, haja paciência para lidar com um italiano traumatizado que acha que precisa se vingar da humanidade por atender aos desejos e padrões que ele espera: ou seja, não ser amado de forma incondicional por ninguém porque todos só o querem por causa do dinheiro.

- Claro que teremos a redenção do sofrido desconfiado e a valorização da sofrida que só queria ser uma perfumista (aliás, a cena crítica dos dois até isso ele usou contra ela. Merecia kabongadas triplas para deixar de ser tão “meu umbigo”). Basicamente, nada que você já não tenha lido. Talvez um pouco mais suave que a gente já viu em outras tramas. Em bom dia, não compromete. Em bom dia, ajuda a exorcizar irritações.


Bacci!!!

Beta

sábado, janeiro 17, 2015

Ciao!!!


Antipatia define: o livro acabou e até agora eu estou olhando torto para o cidadão da capa.

Amarras do Passado – Emilie Rose – Desejo 192 (Bilionários & Bebês)
(The ties that bind – 2012 – Harlequin Desire)
personagens: Anna Aronson e Pierce Hollister

Pierce precisava de uma babá com urgência e, apesar de desconfiar de Anna, foi convencido de que ela era a melhor opção e a contratou a contragosto. Mãe de um garotinho espevitado de quase 2 anos, Anna não entendia como um pai não queria ter contato com o filho. E todas as tentativas esbarravam na desconfiança e má vontade do pai. E como tudo pode piorar, uma inconveniente atração etnre eles com certeza complicaria ainda mais a situação...

Comentários:

- Ah, gente, fala sério, perdi a paciência com o senhor Pierce Hollister pela parte inicial do livro. Um cara disposto a terceirizar o cuidado com o filho e não ter a menor relação com ele não é um tipo muito simpático. Mesmo já imaginando que a autora planejava um tipo de redenção para ele, confesso que comigo não deu certo. Ok, consigo entender os motivos pelo “bloqueio emocional” do cidadão, mas estamos falando de um homem adulto que provavelmente já ouviu falar em terapia em algum momento da vida. E, principalmente, que sabia muito bem o que estava fazendo. Por tabela, a forma como Pierce tratou Anna desde o início (aquela coisa de “aposto que ela quer meu dinheiro bla bla bla”), mas quando foi conveniente para ele omitiu esse detalhe mentalmente, também não ajudou.

- Anna está determinada a criar laços entre pai e filho que não se conheciam e foram viver jutnos para uma questão de emergência. Ela não desiste a cada tentativa rechaçada – e o cara dispensa com convicção. Claro que vamos ter uma virada, claro que vai surgir o conflito por causa da atração sexual entre patrão e empregada e também teremos algumas demonstrações de esperança de sentimento de Pierce por Graham. Mas sinceramente, não me comoveu. Tanto que quando a virada acontece minha reação não foi um “puxa que legal”, mas foi um mecânico “não faz mais que a obrigação” que eu posso garantir a vocês é uma das frases que, pessoalmente, eu mais detesto.


Bacci!!!

Beta

domingo, janeiro 11, 2015

Ciao!!!



Tem tensão sexual, tem sexo, tem relacionamento sendo construído, tem perigo, tem moça inteligente, tem homem bonito e tem citação a pensadores da Escola de Frankfurt.
Pois é, e tem gente que acha que é apenas um livro bobinho...

Tórrido – Kate Hoffmann – Flor da Pele 18
(The Mighty Quinns: Declan – 2006 – Harlequin Blaze)
Personagens: Rachel Merrill e Declan Quinn

A pesquisadora acadêmica Rachel Merrill tinha uma vida secreta como a famosa terapeuta Lillian Devine dos programas de rádio em Providence nos Estados Unidos. E que eram exibidos em rede no país. Só que agora ela não tinha mais sossego. Havia um stalker ficando cada vez mais ousado, ao ponto do patrão dela contratar um segurança específico para protegê-la e identificar quem a ameaçava. Declan Quinn era o presidente de uma empresa de segurança e assumiu pessoalmente o caso. E viu a resolução pessoal de evitar relacionamentos por três meses ir por água abaixo, porque não conseguiria resistir à Rachel.

Comentários:

- Amo livros com personagens que não ficam de lenga-lenga. Que não rodam em círculos. Que são inteligentes e sem mimimi. E que não dispensam pitada de humor e tensão sexual. Neste livro da Kate Hoffmann, onde o sexo está presente de várias formas. Rachel é desinibida ao falar sobre o tema por causa da profissão. Ela não corre do assunto e de perguntas que podem deixar outros tímidos e constrangidos. Na opinião dela, a sinceridade evita problemas e confusões. Ao ver o guarda-costas imposto pelo chefe ficou completamente atraída pelo homem lindo que deveria protegê-la (claro que depois de um pequeno probleminha causado pela reação dela a um susto causado por ele) e pensou no que poderia fazer para levá-lo para a cama com ela.

- De família enorme irlandesa, Declan era muito ligado aos irmãos – no caso, Ian aparece mais vezes no livro e Marcus, é mais mencionado e só aparece no epílogo – tanto que fez uma aposta com eles. Os três deveriam tentar ficar celibatários por 90 dias. A ideia surgiu após a insatisfação dele com relacionamentos que não iam para lugar nenhum e tentar refletir sobre o que estava querendo da vida. Quem não cumprisse o pacto, pagaria 2 mil dólares aos outros.Os planos seguiam razoavelmente bem, até ele ser obrigado a cuidar de Rachel e se ver bem interessado em cair na tentação de todas as formas possíveis.

- Só que Declan tem que protegê-la de um stalker – nomenclatura atual para “perseguidores” – que chegou ao ponto de ameaçá-la de morte. Para isso, vai ter que conviver o tempo todo com ela e manter o sangue frio. Apesar de que, enquanto adulto sensato, ele se vê capaz de lidar com a atração por ela, as experiências “acadêmicas” que ela propõe, protegê-la e prender a pessoa que a ameaça. Tem humor, tem sedução, tem sexo o tempo todo sem ser irritante, chato ou vulgar, tem um casal na plena construção de um relacionamento. Tem explicações sobre diversos aspectos do sexo sem pré-julgamentos, citação de estudiosos da Escola de Frankfurt. Oferece muito mais que as letras impressas nas 221 páginas. Mulher inteligente e confiante. Homem lindo e protetor. Ninguém reclama. Vai por mim!

- Agora, imagina a minha cara quando o radar de série apitou o livro inteiro e a comprovação de que este livro é o encerramento da trilogia dos irmãos, cujo eixo temático é a aposta do celibato fica clara no último capítulo. Aí fui pesquisar. E imagina a cara da blogueira quando descobriu que o livro em questão é o DÉCIMO PRIMEIRO de uma série que começou em 2001 e chegou ao VIGÉSIMO SÉTIMO livro em 2014. Enquando vocês leem a lista, estou indo ali buscar uns doces para me acalmar e já volto...


1 - The Mighty Quinns: Conor
2 - The Mighty Quinns: Dylan
3 - The Mighty Quinns: Brendan
4 – Reunited
5 - The Mighty Quinns: Liam
6 - The Mighty Quinns: Brian
7 - The Mighty Quinns: Sean
8 – The Promise
9 - The Mighty Quinns: Marcus
10 - The Mighty Quinns: Ian
11 - The Mighty Quinns: Declan
12 - The Legacy
13 - The Mighty Quinns: Brody
14 - The Mighty Quinns: Teague
15 - The Mighty Quinns: Callum
16 - The Mighty Quinns: Riley
17 - The Mighty Quinns: Danny
18 - The Mighty Quinns: Kelly
19 - The Mighty Quinns: Dermot
20 - The Mighty Quinns: Kieran
21 - The Mighty Quinns: Cameron
22 - The Mighty Quinns: Ronan
23 - The Mighty Quinns: Logan
24 - The Mighty Quinns: Jack
25 - The Mighty Quinns: Rourke
25.5 – A Might Quinn Seduction
26 - The Mighty Quinns: Dex
27 - The Mighty Quinns: Malcolm

E ainda os combinados Irish Charmers, com os livros 1 e 2 e The Mighty Quinns: Ronan/Marcus (livros 22 e 9).

Harlequin Brasil, agora é com vocês... Pelo menos gostaria de ler os livros de Ian e Marcus. Tem pena da minha curiosidade, por favor?


Bacci!!!

Beta